Câmara rejeita pedido de urgência para votar projetos do prefeito Marcio Miguel

  • 14/07/2021
  • 0 Comentário(s)

Câmara rejeita pedido de urgência para votar projetos do prefeito Marcio Miguel

Líder do prefeito na Câmara, Luis Nassibo (PP), defendeu as mudanças, após a votação do pedido de urgência - foto Lucas Ribeiro


A Câmara de Vereadores de Monte Aprazível rejeitou na última terça-feira (07) por 7x1, pedido de urgência na votação de 4 projetos do prefeito Marcio Miguel. Pelo regimento interno, pedidos de urgência na tramitação vindos do executivo podem ser analisados em até 45 dias.

Os projetos que totalizam R$ 1.025.373,00, abrem crédito adicional especial e crédito adicional suplementar no orçamento da Prefeitura deste ano.

Todos os projetos remanejam dinheiro das contas da prefeitura para serem usados na saúde e outros setores. No maior deles, o remanejamento é de R$ 800 mil.

Antes da sessão, estava tudo acertado entre os vereadores para que os projetos fossem lidos, analisados e votados naquela sessão. Porém, uma reunião, minutos antes do início da sessão, esquentou o clima e os projetos foram tirados da ordem do dia, ou seja, não foram analisados e votados.

Segundo alguns vereadores, nos bastidores, faltaram informações sobre a destinação dos recursos.

O líder do prefeito, vereador Luiz Nassibo, (PP) explicou, após a votação, que os recursos seriam usados para compra de combustíveis, pneus, seringas, manutenção de veículos e outra para seria repassado para a Santa Casa de Monte Aprazível.

“São verbas carimbadas e só podem ser usadas em determinados objetos. A maior dotação foi reservada para pagamento dos serviços de urgência e emergência da Santa Casa, cerca de R$ 245 mil por mês. Estou aqui para explicar meu único voto favorável e dos sete nobres companheiros foi contrário”, disse Luiz.

O vereador Ailto Faria (PP) usou a tribuna para contrapor Luiz Nassibo e explicar que os votos foram contrários ao pedido de urgência na votação e não aos projetos.

Ailto Faria agradeceu as explicações do colega de partido e pediu que Nassibo participasse das reuniões das comissões. 

“Da maneira que o senhor falou deu a entender que fomos contra o projeto. Na verdade, não é isso. Simplesmente votamos contra o regime de urgência para ser votado hoje (terça). Esses quatro projetos entrarão novamente na pauta e o prefeito vai dar as explicações. Essas informações que o senhor deu não constam nos projetos. Agradeço as explicações e peço que o senhor participe das reuniões das comissões, que o senhor faz parte, e compartilhe estas informações que o senhor deu na tribuna”, disse Ailto. 

Já o vereador Marcos Batista (PV) disse que as explicações da Prefeitura não foram claras nos pedidos de informações feitos através formais.  

“Suas explicações foram muito boas, não tínhamos noção das informações que você deu na tribuna. Vai agregar muito nas comissões. Não estava claro para nós como você pôde explicar. Não tem como nós darmos sequencia em algo que não tem clareza”, disse Marcos. 

Donaldo Paiola (DEM) explicou que o projeto não foi rejeitado e sim o pedido de urgência e ressaltou que não quer causar danos e que os vereadores estão zelando pelas despesas do município. 

“Não votamos o projeto e sim o regime de urgência. O oficio do vereador Ailto pede estas informações que o senhor deu. Quais os questionamentos: é a falta de formalidade dos projetos. Se eles chegam completos, os questionamentos são menores. Estas informações que o senhor (Nassibo) nos trouxe teriam que estar no projeto. Os projetos precisam ter mais zelo e nós (vereadores) temos que ter zelo com as despesas do município. Não estamos aqui para barrar ou ser contra”, disse Paiola. 

O prefeito Marcio Miguel respondeu os questionamentos dos vereadores e na segunda-feira (12), as comissões de Justiça, Redação e Legislação, Saúde e Assistência Social da câmara se reuniram e deram parecer favorável para votação dos projetos. 

O presidente da Câmara Alexandre Faria (PP) marcou para as 20 horas desta quinta-feira (15) sessão extraordinária para votação dos projetos.

Marcos Roberto
marcos.roberto@difusoraaparecida.com.br


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes