Segunda colocada em licitação aceita reformar Escola Feliciano Sales Cunha pelo mesmo valor

  • 08/09/2021
  • 0 Comentário(s)

Segunda colocada em licitação aceita reformar Escola Feliciano Sales Cunha pelo mesmo valor

A empresa segunda coloca da concorrência para reformar Escola Municipal Feliciano Sales Cunha aceitou assumir a obra pelo valor de R$ 926.785,81. A primeira colocada na licitação pediu na semana passada mais prazo para apresentar uma certidão negativa de débitos e foi negado pelo prefeito Marcio Miguel (PSDB). A empresa alegou que fez o pedido de parcelamento, mas que a certidão não havia sido expedida.

A prefeitura convocou RAC Construções Rio Preto LTDA, segunda colocada na concorrência, para manifestar ou não interesse em assumir a obra pelo mesmo valor.

Na edição desta quarta-feira (08) no Diário Oficial do Município, foi publicado o extrato de contrato. A RAC, que havia oferecido o mesmo serviço por um valor R$ 948.890,40, aceitou reformar a escola por R$ 926.785,81, valor 2,37% menor que o proposto no dia da concorrência.

Atraso

O prefeito Marcio Miguel negou na semana passada prorrogação de prazo para que a empresa JOMCA Construções entregasse uma certidão negativa de débitos. A empresa participou da licitação sem apresentar o CRC (Certificado de Registro Cadastral).

Na manifestação negando o pedido à empresa, o prefeito reclamou que a obra está parada a mais tempo que o necessário e o segundo o prefeito, “interesse público no andamento e na execução da obra se sobressaem a qualquer tipo de posicionamento e não há razão para postergar. Até quando perpetuaremos está licitação?”, questionou à época o prefeito na decisão.

A licitação, que deveria ter sido concluída no dia 17 de julho só foi concluída na semana passada. A prefeitura deve dar a Ordem de Serviço para o início da obra ainda esta semana.

Marcos Roberto
marcos.roberto@difusoraaparecida.com.br


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes