Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
Política

Acordo pode livrar vereadores de cassação

Publicada em 03/09/19 às 13:54h - 113 visualizações

por Marcos Roberto


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Rádio Difusora Aparecida )

O pedido de cassação dos vereadores contra os vereadores Airto Faria (PV), Jean Winicios, (PSC) João Célio Fereira, (PSDB) e Marco Aurelio Maset (PDT) deve não dar em nada. De acordo com o Marcio Martins Pereira, que apresentou denúncia, um acordão começou a ser articulado na noite desta segunda-feira (02).

Em entrevista ao Jornal das 11 de hoje, Marcio disse que passava pela praça e estranhou a movimentação de vereadores, na véspera de analisar seu pedido de abertura de comissão especial.

Veja entrevista 

“Acho que não resta dúvida para ninguém que os vereadores se reuniram para barrar a denúncia pelo não recebimento. Infelizmente é um tipo de política que se faz no Brasil. Espero que os vereadores não denunciados mantenham a coerência – Marcio Troiano (PPS), Donaldo Paiola e Valcenir de Abreu (PP) – pois na outra denúncia, votaram pela abertura”, ressalta Marcio.

Marcio afirma que se o se eles não aceitarem a denúncia, ficará caracterizado que eles não tem apreço pela população.

“Se dê o direito e defesa e apurem. Se estes vereadores votarem pela não aceitação da denúncia, ficará caracterizado que eles não tem apreço pela população. Eles tem que manter a coerência. Porque para uns é de um jeito e para outros é de outro. Abertura não é cassação”, salienta.

Marcio disse que não os vereadores não acatarem a denúncia na noite de hoje ele estuda denunciar o caso no Ministério Público.

O vereador Donaldo Paiola confirmou a reunião de ontem na Câmara. Só o vereador Jacó Brite (PSD) não participou do encontro.

Paiola disse que a reunião foi para os vereadores refletirem e analisarem a situação e que a Câmara não pode ficar presa a denúncias.

“Quando elas forem consistentes e intoleráveis, temos que investigar. Precisamos apurar. Agora, não podemos acatar denúncia que não trazem nada de útil para a população. Isso não quer dizer que não vamos apurar”, disse Donaldo.

Paiola disse que a Câmara vem sofrendo com interferência de terceiros.

“Não podemos focar em picuinhas políticas e levar à capricho de terceiros. A Câmara vem sofrendo com interferência de terceiros. É hora de conversar e dar um basta nisso”, disse Paiola.

Se é grave ou não a denúncia contra os quatro vereadores, Paiola disse que vários pontos de vista têm que ser analisados.

“Ela (denúncia) trouxe algum prejuízo ao erário? Tem algum ato de corrupção? Tem algum ato que desabona a Câmara? Temos que fazer um balanço e vamos voltar a conversar para definir e chegar a um consenso”.

Ainda de acordo com Donaldo Paiola, os vereadores devem se reunir antes da sessão para decidirem se acatam ou não a denúncia.

Ameaça

Durante entrevista à Difusora Aparecida, Marcio disse que vereadores foram ameaçados se votarem favoráveis a abertura de CEI.

“Eu não falei com o vereador, pois foi um parente dele que me informou e por isso não posso falar qual vereador é. Eu orientei este parente a procurar a delegacia e registrar um boletim de ocorrência”, disse Marcio.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (17) 9 9766-1210

Visitas: 7110
Usuários Online: 14
Copyright (c) 2019 - Rádio Difusora Aparecida - Rádio Difusora Aparecida LTDA ME